Agende sua consulta
(43) 3328-8484
  • Dr. José Vicente Garcia

A felicidade tem de ser uma busca constante


A vida é dinâmica e uma vida plena e feliz é direito de todos

A imagem de um quintal grande com filhos correndo e um cachorro em volta latindo contente, um balanço na árvore e um lindo pôr do sol ao fundo lhe traz uma sensação de paz e realização? Se sim, ótimo. Se não, ótimo também.


A felicidade não se define. Cada pessoa tem sua próprio ideal, só ou acompanhado, com ou sem filhos, para encontrar a tal da felicidade. O que pode aflorar esse sentimento em uma pessoa, pode causar exatamente o oposto em outra. E essa diversidade é a beleza da humanidade.





As lembranças, as pessoas envolvidas, os desdobramentos de cada situação e tudo que contribuiu para a construção de personalidade e de vida são determinantes para o conceito de felicidade de cada um.


Mas um item é essencial para qualquer indivíduo: uma vida harmoniosa.

É preciso que haja um equilíbrio entre a saúde física, a espiritual e a saúde mental. Não existe uma receita pronta para atingir essa harmonia, até por que a vida não é estática, uma foto por exemplo, mas sim dinâmica, um filme de muitos cenários. Mas alguns cuidados são bem-vindos sempre. Então vamos ver como cuidar bem de cada um desses aspectos?


Saúde física


Procurar se exercitar regularmente e ter o hábito da alimentação saudável são hábitos com influencias benéficas muito conhecidos. Por isso, encontre uma atividade prazerosa e transforme a obrigação de combater o sedentarismo em um momento de lazer.


O quanto antes você inserir exercícios físicos na sua vida, melhor será para sua longevidade com saúde, prevenindo a incidência de doenças próprias da melhor idade e garantindo a independência para se locomover.


Cuide do seu sono, a ausência dele ou múltiplos despertares a noite são um sinal de que existe algum problema. Dormir bem faz com que o corpo se recupere, fortalece a memória e faz com que as energias se renovem. Cada um tem seu ritmo, mas dormir menos do que seis horas por noite é prejudicial para qualquer um.


Adote uma dieta que proporcionará experiências agradáveis, afinal, comer é muito bom. É comum associar dieta saudável ao ato de comer legumes e folhas, o que é verdade, mas vai muito além disto. Abuse de refeições balanceadas. Prepare cardápios que contemplem todos as categorias de alimentos, conforme a pirâmide alimentar abaixo, e ocasionalmente se dê ao luxo de, “enfiar o pé na jaca”.



A pirâmide nutricional é um dos caminhos para as refeições balanceadas

Saúde espiritual


Quando falamos em saúde espiritual, não nos referimos obrigatoriamente à religião, muito embora ela se inclua nisto também, mas relacionado sim ao estado de espírito. Alimente seu espírito assim como você alimenta o seu corpo.


Saia com os amigos, não se concentre tanto nos noticiários alarmantes, com cobertura de crimes e de falcatruas, ao invés disto, reserve um tempo para se conectar com a natureza, encontre um hobby. Enfim, adote algo que lhe dê um propósito e satisfação pessoal.


É importante frisar que as religiões têm e sempre terão uma grande importância na vida de uma enorme parte da população mundial. Para quem as reverenciam, elas dão significado à vida e são exatamente o alimento do espírito ao qual nos referimos. São o conjunto de coisas que levam ao “estado de espírito de bem-estar”.


Religiões, independente de qual for, são a base para a felicidade em muitas famílias. Elas são traços culturais e fonte de força e resiliência nos piores momentos de nossas vidas. O poder da fé é transformador. Por isso, o respeito à diversidade religiosa e às opções individuais de cada um com respeito ao tema é fundamental.


Saúde mental


Por fim, cuide da sua saúde mental, repetidamente tenho batido nessa tecla aqui no blog, pois a missão desta página é, por meio do acesso às informações e do esclarecimento das dúvidas sobre diversos assuntos relacionados ao tema, promover a qualidade de vida. A saúde mental não são apenas medicações, mas um universo bem maior que se inicia nas pequenas atitudes do nosso cotidiano.


Um dos principais obstáculos a serem superados para garantir a saúde mental é o preconceito, sendo para mim uma das palavras que carregam mais tristeza dentro do nosso vocabulário, portanto superá-la e buscar tratamento psiquiátrico é o primeiro passo.


É primordial desmistificar o estigma de que só “loucos” vão ao psiquiatra. Isso faz com que muitas pessoas adiem esta consulta médica e prolonguem o sofrimento por meses e meses ou até por anos antes de buscar um psiquiatra.


Assim como uma dor física provoca desconforto, o sofrimento emocional também causa dor, talvez até mais intensa e que influencia em toda a vida pessoal.

Se seu lado emocional tem dado indícios como irritabilidade em excesso, crises de choro incontroláveis, uma sensação de angústia ou de preocupação que não passa, um sentimento de inferioridade ou até de falsa superioridade constante, é porque você não está bem.


Como dissemos no título deste post, a felicidade tem de ser uma busca constante, dinâmica. E você só será plenamente feliz quando os três aspectos da sua vida estiverem bem equilibrados. Então cuide-se.


Dedique-se a melhores condições para a saúde física e espiritual e, em especial, para a saúde mental. Se necessário, procure ajuda profissional para isso. Não deixe que opiniões rasas, sem fundamento e preconceituosas o afastem de uma vida plena e feliz.


Viver bem e viver feliz é para todos!

Se gostou do nosso conteúdo e acha que vale a pena receber mais artigos como este, curta a página Psiquiatria Moderna e receba nossas postagens direto no seu feed!