Agende sua consulta
(43) 3328-8484
  • Dr. José Vicente Garcia

A importância da consulta na Psiquiatria

Atualizado: 26 de Mar de 2019


A consulta é uma ferramenta fundamental no tratamento psiquiátrico

O relacionamento entre o psiquiatra e o paciente começa já no primeiro contato. A capacidade de exercer empatia é extremamente importante para que o paciente fique seguro e para que, a partir dessa confiança, “destranque” o seu coração.


Essa empatia, aliada à experiência do médico em compreender os sinais não verbais dados pelo paciente, são diferenciais de uma consulta com o psiquiatra.


No sentido inverso de outras especialidades, nas quais os exames são determinantes para que se encontre um diagnóstico, na saúde mental é primordial essa experiência com as doenças psiquiátricas e o “feeling” do médico, pois a psiquiatria tem no diálogo a sua maior ferramenta para diagnosticar as enfermidades.


Ajudar e não julgar, essa é a pedra angular da consulta psiquiátrica e do tratamento.

Dessa forma, o psiquiatra passa segurança para que o paciente não se sinta constrangido em contar sobre sua dor d'alma.


É comum em uma primeira consulta que os pacientes se sintam ansiosos, não saibam muito bem como sentar, o que falar. Muito desse comportamento vem do medo do paciente em aceitar que é apenas humano e da obrigação de sustentar o “tenho que ser forte". Ou então do seu próprio preconceito em torno da questão: “o que vão pensar de mim? “.


Mas se acalme! No consultório de um psiquiatra não há espaço para essa preocupação. Só você e ninguém mais sente a sua dor e o tamanho dela. O consultório é o local correto para externar todos os problemas emocionais que te afligem. O médico psiquiatra estará lá para te conduzir “pela mão".



Um acompanhamento necessário



Em questões de saúde mental, é normal que o fechamento de um diagnóstico de forma definitiva se dê após um tempo de acompanhamento, pois cada novo contato enriquece o conhecimento do conteúdo e formas, contribuindo para o diagnóstico correto.


Alguns sintomas são comuns em mais de uma doença, e por isso mesmo, a consulta não pode ser reduzida a algo minimalista, ou seja, uma visão superficial por olhos não treinados para ler nas entrelinhas.


O histórico pessoal é construído durante esses encontros. Não me refiro apenas ao histórico médico, mas à história de vida do paciente, aos momentos difíceis pelos quais passou, à rotina diária, às conquistas e às perdas que o levaram a este momento.


Além de aprofundar o conhecimento sobre o paciente, são nas consultas que o médico verificará como ele responde à medicação e emocionalmente ao tratamento. Ter no tratamento médico uma referência de segurança, conforto e de acolhimento é essencial.


Por isso, encontrar um profissional que naturalmente conquiste a sua confiança e que o guie em bom termo pelos caminhos que você desconhece nessa jornada é a chave para o sucesso.


Entenda a consulta como um divisor de águas na sua vida.

Não hesite em procurar um psiquiatra. Atrasar esse primeiro passo do tratamento só prolongará o sofrimento e pode até agravar um trauma emocional inserido neste contexto. Juntos, médico e paciente encontrarão um caminho para vida plena e saudável.


Se você tem interesse em saber mais sobre a saúde mental acompanhe este blog! Aqui encontrará muitas informações sobre o tema, como este breve histórico da psiquiatria. É só clicar e boa leitura!


#PsiquiatriaModerna #PsiquiatraEmLondrina #Tratamento #SaúdeMental #Informações #ConsultaPsiquiátrica